RSS

Arquivo da categoria: Pessoal

Click: Cyber com Mandriva Linux e um pouco de história

Desde quando conheci o Linux (1997 ou 1998), tomei um carinho muito grande pelo sistema operacional, quando instalei pela primeira vez, foi como uma aventura, nunca havia visto o Linux rodando em máquina alguma, a pouca informação que tinha sobre esse novíssimo S.O. eram algumas matérias da revista Geek nos seus primeiros números. Então era um caminho que eu realmente não sabia até onde iria. Até hoje lembro do equipamento, um AMD 5×86 133 Mhz com 64MB de memória RAM, mas infelizmente não lembro ao certo qual era a versão do Red Hat, não sei se era 6 ou 4. Lembro que a instalação era muito diferente do que é hoje, muitas opções novas, um visual muito diferente! Mas não é que a minha primeira instalação deu certo? Em algum tempo eu tinha o Red Hat instalado e funcionando em meu modesto computador! Logo chamei os amigos, que mal tinham entrosamento com o Windows, para conhecer o Linux.
De lá pra cá foram vários anos acompanhando o seu desenvolvimento. Quando tive acesso à internet em casa a coisa melhorou, pude entender a história, do que se tratava aquele bonito e interessante sistema operacional. Logo tentei convencer todos os amigos a terem o Red Hat em dual-boot com o Windows 98 ou Me e a usarem o Netscape Navigator. Mas naquele tempo não era tão fácil convencer pessoas “normais” usarem Linux.
Então conheci o Conectiva Linux, primeira versão usada foi a 6.0, era um visual bem agradável, boa documentação e o melhor de tudo, um trabalho genuinamente brasileiro! O Conectiva foi a minha distro até a fusão com a Mandrake Soft, onde passei a usar o Mandriva. Confesso que o Mandriva 10 e 2006 não foram bons suficientes para me fazer tirar o Conectiva 10 do computador, portanto, só passei a ser usuário Mandriva na versão 2007.
com o Mandriva 2007, tive a certeza de que o Linux era bom e fácil o suficiente para ser usado por todos! Então voltei a mostrar aos amigos as vantagens e agora também, as facilidades de usar Linux. O resultado foi bem melhor, as pessoas já viam com outros olhos, já não era difícil e já tinha programa para tudo o que precisavam! Muitos se convenceram a manter o Mandriva em uma outra partição, dividindo lugar com o Windows XP.

Agora é 2010, meu presente é uma realização! Finalmente estou levando o Linux ao alcance das pessoas! Desde crianças, passando pelos jovens que adoram jogos e até mesmo aos mais velhos, todos estão tendo a experiência de usar o Linux.

No dia 23/08/2010 inaugurei uma loja de hardware que também faz manutenção de computadores e é um Cyber Café, a diferença é que esse Cyber usa apenas o Mandriva Linux 2010.1 como sistema operacional, seja para jogos, seja para navegar na internet, tudo é feito com o Linux!

Tive medo antes de abrir, pensei que a maioria das pessoas não seriam capazes de usar o Linux ou se sentiriam como peixe fora d’agua em meu estabelecimento, mas felizmente não foi assim! Meu primeiro cliente foi uma garotinha de aproximadamente 12 anos, ela pediu acesso e eu liberei o uso do computador, muito nervoso, acompanhava os passos da menina que ao olhar o desktop, foi direto no ícone do Firefox e acessou seu Orkut. Aquilo foi um alívio! Como se uma tonelada saísse de minhas costas! Logo foram chegando mais e mais pessoas e todas elas acessavam normalmente, abriam o aMsn e Kmess para usar o Messenger, conseguiam salvar suas fotos e postarem nos diversos sites de relacionamento, conseguiam ouvir suas músicas que estavam em seus pendrives.
Alguns perguntavam: “Que Windows é esse?” E eu respondia com muito orgulho: “Esse não é Windows, esse é o Mandriva Linux.” O bom era ouvir o comentário seguinte: “Nossa, é muito legal!”, “Como é bonito!” e o melhor de todos foi: “Você pode instalar no meu computador?”.
Alí eu via que para um pequeno número de pessoas, o linux era finalmente desmistificado.

Para um total sucesso, pesquisei muito sobre o que e como usar. Eu tinha apenas duas certezas: Usaria Linux e a distribuição seria Mandriva.
Pesquisando sobre equipamentos, decidir por usar o tradicional: Computadores com processador AMD Semprom 2.2Ghz, Placa MSI com GPU Nvidia 6100 e 1GB de memória RAM, essa configuração é acompanhada por um monitor LCD de 20 polegadas, o que chama muita atenção de quem frequenta, aliado ao belíssimo visual do KDE.
Uma questão trabalhosa que acbou virando uma grande alegria foi a escolha do software de gerenciamento para o Cyber, existem muitos softwares espalhados por aí, mas nada muito específico e com pouquíssima documentação, foi então que conheci o Antônio Cientista, desenvolvedor do OpenASB. Acho que se não fosse o Antônio, as coisas seriam muito mais difíceis para mim.
O OpenASB era desenvolvido apenas para Ubuntu, mas o Antônio, com o espírito de cooperação que tem, decidiu desenvolver uma nova versão totalmente compatível com o Mandriva Linux, entrou em contato comigo e começamos a conversar sobre essa nova versão, foram alguns dias de testes e reports, até surgir a versão 5.0 do OpenASB, que é, sem nenhuma dúvida, o melhor software de gerenciamento para cyber disponível para o Linux. Não tenho palavras suficientes para agradecer o meu amigo Antônio Cientista pelo apoio e pelas horas de sono que ele certamente perdeu para portar seu software de forma impecável ao Mandriva.

Hoje (04/09) a Click Informática completa apenas uma semana de vida, mas posso dizer que estou realizado ao ver as pessoas elogiando e adaptadas ao Linux, ao ver que já preferem usar as máquinas de meu Cyber do que usarem as máquinas da proximidade, que usam Windows.

Agradeço ao pessoal da comunidade Mandriva que mora no MandrivaBrasil.org pelo total apoio e ao pessoal do BDK que ajudou e empacotou o OpenASB, disponibilizando em seu repositório.

A Click Informática fica localizada na região do Entorno de Brasília-DF, em Céu Azul (Ver o mapa)

Obrigado a todos!

Diogo.

Anúncios
 

Tags: , , , , , , , , , ,

Comparando preço de plano 3G Pré entre as operadoras

Lá se vão vários anos que sou cliente da Claro, desde quando era Americel aqui no DF, nesse tempo testei outras operadoras com “chips secundários”, mas sempre mantendo a Claro como operadora principal.

Desde 2004, virei adepto de smartphones, passando por vários modelos, hoje possuo um Nokia 5800 e apenas as redes Wi-fi ja não são suficientes para minha mobilidade, tem horas que preciso usar o 3G/Edge e é aí que a coisa fica difícil! Acessar de forma avulsa é extremamente caro! Por outro lado, não desejo fazer, nesse momento, nenhum plano de voz e ainda é impossível, e nem compensaria mesmo que fosse possível, colocar um plano 3G em um chip pré.

As operadoras lançaram uma modalidade interessante de acesso 3G, elas cobram um valor e te dão um pacote diário, portanto, você tem 24 horas para gastar.

Foi aí que fiquei surpreso com a diferença de preços entre eles!
Vamos aos preços cotados:

TIM: Apenas 2,90! Mas pode tirar esse sorriso do rosto 🙂 O pacote só tem 40MB!

Claro: Apesar de ser um plano para computadores (segundo eles), pode ser usado no celular também, mas custa R$ 20,00 por 100MB.

Vivo: 12,90 por 150MB, claramente bem melhor que o plano da claro! Mas ainda é muito caro!

A finada BrasilTelecom tinha um plano de 1,50 por 24 horas de acesso ilimitado! Sem dúvida o melhor plano de dados pré que já existiu.

A conclusão que tiro é que enquanto as operadoras praticarem esses preços e esses limites absurdos, nós, pobres mortais desafortunados, não conseguiremos entrar de cabeça na mobilidade que desejamos. Existe coisa pior que um nerd frustrado?

 
4 Comentários

Publicado por em 09/03/2010 em Pessoal, Tecnologia

 

Erro no WordPress?

Olá pessoal,
A muito tempo tenho problemas para postar no Blog, não sei o que estava acontecendo com minha conta, não sei se era somente com minha conta ou outros donos de blogs no WordPress também passaram por problemas.
Aparentemente tudo voltou ao normal e em breve teremos mais alguns posts interessantes por aqui.
Obrigado pela grande quantidade de visitas e pelas mensagens de apoio.
Um abraço,
Diogo.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24/01/2010 em Hardware, Linux, Pessoal, Tecnologia

 

Eu no Twitter

Como não considero o Twitter uma rede de relacionamentos como Orkut, Facebook e afins, decidi criar um perfil por lá.

O Twitter pode até ter alguma utilidade, principalmente pras pessoas que de certa forma estão ligadas à comunicação, e eu faço isso por meio desse blog.

Portanto, sinta-se livre pra clicar em Folow! (Será que vão traduzir para PT_BR?)

http://twitter.com/Diogo_Travassos

Até lá!

 
1 comentário

Publicado por em 19/07/2009 em Pessoal

 

Tags: , , , ,

Michael Jackson

Obrigado!

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26/06/2009 em Pessoal

 

Escolha o seu NERD!

Se você pensa que nerd é aquele sujeito de óculos-fundo-de-garrafa, ou muito gordo ou muito magro; apático e um contumaz comedor de sanduíche com batatinha frita, está na hora de rever seus conceitos. Os nerds existem em vários formatos e vão dos magros a gordos, sarados e normais (sim, normais). Existem nerds bonitos e feios, de todas as cores e raças; tamanhos e formatos e, de todas as tribos. Portanto o nerd não é uma forma. Um nerd é uma entidade. Isso mesmo: uma entidade.

Como diz a bem-humorada música, produzida pelos Seminovos que circula na internet (mais de 190 mil acessos), feita por um grupo de jovens “O nerd de hoje é o cara rico de amanhã.” Pode acreditar que isto é possível, sim.

“O nerd de hoje é o bom marido de amanhã.” Será que é? Bom, estamos na semana que antecede o Dia dos Namorados e uma boa recomendação para as garotas seria arranjar um nerd para namorar. Os nerds têm seus valores descritos de forma clara e bem definidos. Não se preocupam em serem chamados de nerds por que é isso que eles são e, creiam, eles não têm a menor vergonha disso.

O nerd é, na maioria das vezes, calmo (desde que você não mexa na máquina dele, não fuce seu game preferido e muito menos decida instalar porcarias no seu HD). Se você é daquelas garotas que tem medo de arranjar namorado para não correr o risco de ser vítima da portabilidade (trocar você por outra ‘operadora’), o nerd é uma ótima opção de ‘programa de fidelidade’ sem multa. Os nerds são fiéis não às suas namoradas, mas aos seus games, desktops, notebooks e coisas do gênero. Quando ele aprecia uma garota, avalia a sua ‘configuração’, portanto, se você ouvir um nerd dizer que aquela garota tem uma “ótima configuração”, não se ofenda: este é um dos melhores elogios que poderia receber de alguém do sexo masculino. Mas vamos entender por quê. Essa ‘entidade’ não costuma elogiar qualquer máquina (aliás, elogiarem uma máquina é algo muito raro). Os homens comuns costumam dizer que uma garota é linda, bem-feita, sarada, princesa, musa ou no popular ‘gostosa’ (coisa que as mulheres detestam ouvir). Para eles, dizer que uma mulher possui uma ‘bela configuração’ é o mesmo que falar que você, garota, é uma bela e interessante mulher. Os homens comuns costumam referirem-se às sogras como uma ‘cerveja’. “Só prestam geladas e duras em cima da mesa.” O nerds, não. Sogras para eles são ‘placas-mães’ e de acordo com a marca que batizam, ela pode ser uma boa ou má sogra. Os sogros não são chamados de ‘coroas’ ou coisas do gênero, mas o apelido mais comum mesmo é ‘firewall’. Cunhado para um nerd é um ‘trojan’. Por mais que você o evite ele acaba arrumando uma maneira de se meter na sua ‘programação’ e dependendo da idade (se for o irmão mais novo da namorada) recebe o apelido de ‘spyware’, pois este é o drive que o ‘firewall’(pai) mandou ele rodar.

Os nerds são aqueles caras que quando estão na rua são facilmente identificáveis, não pelo que vestem, mas pela forma como se comportam e se expressam. Quando viajam de avião querem conhecer a cabine. Quando vão a uma balada querem conhecer o equipamento do DJ e depois o bar. Não são muito ligados em discutir roupa (moda para eles é o mesmo que trocar o ‘casemod’) e quando não dominam o assunto ficam calados, por isso o seu namorado nerd jamais vai falar uma besteira na frente das suas amigas. O que pode acontecer é você levar ele na casa da sua grande amiga para ele consertar a máquina dela. Eles são caseiros (isso não quer dizer que são família). Gostam de estar em casa, na deles e nunca vão encher o saco a não ser que falte energia, a máquina quebre ou coisa parecida. Aquela sua amiga ‘travada’, que não desgruda de você e que roda lento, que não aceita qualquer programa, além de ser antipática vai ser chamada de ‘Windows Vista’. Sim, por que ela precisa de um bom processador e de muita memória para rodar bem.

Quem pensa que nerds não gostam de carros e motos, errou mais uma vez. Os nerds gostam de tudo que possui tecnologia e os carros e as motos dos nerds geralmente são os mais bonitos e os mais bem cuidados e, dentro, possuem tudo que a tecnologia pode oferecer em matéria de conforto e praticidade. Mexem em motores, entendem de eletricidade e de toda a quinquilharia que os carros podem carregar, inclusive GPS. A propósito: ar condicionado para nerd é ‘cooler’.

Se você ainda não se convenceu de que um nerd pode ter um bom papo, aqui vai mais uma: eles conversam sobre tudo que é tecnologia e não se incomodam de tirar suas dúvidas. Se você levá-lo a um shopping e se perder dele será fácil achá-lo nas lojas de eletrônicos ou em alguma lanhouse. Raros são os que estarão num bar bebendo. Se ele for com você à fazenda daquele tio rico, não se preocupe. A única pergunta que ele vai fazer é se lá ‘pega 3G’. E lá ele não vai correr atrás das vacas, vai querer conhecer o que tem de tecnologia na fazenda. Os nerds são curiosos e tudo é motivo para aprender alguma coisa. O cérebro deles funciona a ‘mil por hora’ e quando dormem eles não ‘apagam’. ‘Hibernam’ para que o cérebro possa fazer um ‘backup’ dos dados recolhidos durante o dia e quando gripam e vão ao médico é arriscado que eles já cheguem lá com o diagnóstico apontando qual vírus o ‘atacou’, que tipo de vacina é a ideal e qual o melhor antivírus.

Os nerds possuem bons empregos e trabalham muito. No intervalo do almoço, uma partidinha apenas para relaxar cai bem; e se fazem esportes radicais raramente se perdem na mata, pois, além de andar com um bom GPS eles possuem a planta do lugar na versão mais atualizada que foi ‘baixada’ do Google Earth. Hoje em dia ter um nerd por perto é mais que um luxo, é uma necessidade. Eles conseguem achar tudo que você procura. Se existe no mundo e está na internet ele vai achar e comprar se for preciso. Também na academia eles podem ser facilmente identificados. Ele é aquele cara com MP4 no braço, medidor de pulsação e com chip no tênis. Geralmente executam as suas séries de exercícios no tempo certo e na frequência requerida. Raramente conversam durante a malhação. Depois dela é outra história.

Mas você ainda insiste em dizer que os nerds não são românticos também está errada. A chance de receber um presente-surpresa é bem maior namorando com um do que o contrário. Eles compram pela internet, mandam deixar na sua casa com um cartãozinho bem legal. E se você pensa que presentear um nerd é algo complicado e caro, também errou. O presente pode ser um game novo ou um acessório recém lançado.

São bem-humorados. Não discutem relação, passam um ‘defrag’. Na lista de pérolas dos nerds, algumas viraram gíria para muitas pessoas. Uma delas é quando o problema no computador é gerado por falta de conhecimento do operador. Eles dizem que é problema de ‘B.I.O.S’ que quer dizer: ‘Bicho Ignorante Operando o Sistema’.

Lembro-me, quando era mais novo, que aqueles chamados de CDFs, que passavam o tempo estudando e queriam saber de tudo um pouco, estão muito bem de vida e casados com belas mulheres. Viajam ao exterior, possuem belos carros, casas grandes e os filhos estudam em ótimas escolas e, claro, estão rodeados de boa tecnologia só que agora foram promovidos de CDFs para nerds. A propósito: nerd não tem prazo de validade. Como eu disse é uma entidade.

O clip do Seminovos com letra bem humorada é uma divertida vingança dos nerds, bem ao estilo dos jurássicos ‘Biquíni Cavadão’ ou ‘Blitz’. Confesso que eu quase morri de tanto rir quando vi as ‘figuras’ cantando.

Garota, escolha já seu Nerd! Pelo menos vai ser divertido…

Texto escrito por Luiz Sucupira, do ForumPCs

 
 

Orkut? No more!!!

Adeus Orkut
Desde 2004 eu era inscrito no Orkut, no início tudo era festa! Era preciso ser convidado para entrar, só isso já te dava uma sensação de “eu sou especial!” Mas a coisa foi mudando, o Orkut surgiu no BooM da inclusão digital, hoje é uma das maiores redes do mundo! No Brasil sua liderança é incontestável!

Hoje o Orkut é sinônimo de coisa errada, como, pedofilia, gangues que marcam encontros para lutar, ciúmes de namoradas, namorados de meninas que te dão mole sem que você tenha culpa nisso! Enfim, com todo recurso de privacidade, sempre sobre uma brecha para os fofoqueiros, cornos e brigões de plantão.

Orkut é o reduto virtual da dissimulação humana. Algumas pessoas as vezes trocam sua vida real por essa vida imaginária e totalmente louca!

Mas é claro que nem tudo é lixo, as vezes temos comunidades que na verdade não são nenhuma novidade, apenas fórum dentro do Orkut, mas não tem a mesma organização de um fórum realmente destinado ao que se deseja. Na verdade o Orkut acabou com boa parte da base de conhecimento dos fóruns “oficiais” de determinados assuntos, já que as pessoas abrem mão do serviço para perguntarem nas comunidades do Orkut.

Então pensei: “Eu tendo Orkut, sou visível, as pessoas me encontram, mas posso ter algum tipo de problema, mesmo que não procure, se eu não tenho Orkut, não terei nenhum tipo de problema por isso e ainda passo a frequentar uma minoria, a das pessoas jovens com acesso à tecnologia e que optaram por não ter.”

Então, dia 25/05/2009, mesmo dia de uma outra data marcante da minha vida, que não vem ao caso, excluí minha conta do Orkut e estou livre!

Quer me encontrar? Me mande um e-mail, liga pra mim, vem na minha casa, mas não, não me procure no Orkut!

Deixo bem claro que essa é uma opinião pessoal e não tenho nada contra quem goste do Orkut, afinal, é a grande maioria e eu estive lá até esses dias.

 
6 Comentários

Publicado por em 28/05/2009 em Pessoal, Planeta Mandriva, Tecnologia