RSS

Arquivo da tag: rpm

Click: Cyber com Mandriva Linux e um pouco de história

Desde quando conheci o Linux (1997 ou 1998), tomei um carinho muito grande pelo sistema operacional, quando instalei pela primeira vez, foi como uma aventura, nunca havia visto o Linux rodando em máquina alguma, a pouca informação que tinha sobre esse novíssimo S.O. eram algumas matérias da revista Geek nos seus primeiros números. Então era um caminho que eu realmente não sabia até onde iria. Até hoje lembro do equipamento, um AMD 5×86 133 Mhz com 64MB de memória RAM, mas infelizmente não lembro ao certo qual era a versão do Red Hat, não sei se era 6 ou 4. Lembro que a instalação era muito diferente do que é hoje, muitas opções novas, um visual muito diferente! Mas não é que a minha primeira instalação deu certo? Em algum tempo eu tinha o Red Hat instalado e funcionando em meu modesto computador! Logo chamei os amigos, que mal tinham entrosamento com o Windows, para conhecer o Linux.
De lá pra cá foram vários anos acompanhando o seu desenvolvimento. Quando tive acesso à internet em casa a coisa melhorou, pude entender a história, do que se tratava aquele bonito e interessante sistema operacional. Logo tentei convencer todos os amigos a terem o Red Hat em dual-boot com o Windows 98 ou Me e a usarem o Netscape Navigator. Mas naquele tempo não era tão fácil convencer pessoas “normais” usarem Linux.
Então conheci o Conectiva Linux, primeira versão usada foi a 6.0, era um visual bem agradável, boa documentação e o melhor de tudo, um trabalho genuinamente brasileiro! O Conectiva foi a minha distro até a fusão com a Mandrake Soft, onde passei a usar o Mandriva. Confesso que o Mandriva 10 e 2006 não foram bons suficientes para me fazer tirar o Conectiva 10 do computador, portanto, só passei a ser usuário Mandriva na versão 2007.
com o Mandriva 2007, tive a certeza de que o Linux era bom e fácil o suficiente para ser usado por todos! Então voltei a mostrar aos amigos as vantagens e agora também, as facilidades de usar Linux. O resultado foi bem melhor, as pessoas já viam com outros olhos, já não era difícil e já tinha programa para tudo o que precisavam! Muitos se convenceram a manter o Mandriva em uma outra partição, dividindo lugar com o Windows XP.

Agora é 2010, meu presente é uma realização! Finalmente estou levando o Linux ao alcance das pessoas! Desde crianças, passando pelos jovens que adoram jogos e até mesmo aos mais velhos, todos estão tendo a experiência de usar o Linux.

No dia 23/08/2010 inaugurei uma loja de hardware que também faz manutenção de computadores e é um Cyber Café, a diferença é que esse Cyber usa apenas o Mandriva Linux 2010.1 como sistema operacional, seja para jogos, seja para navegar na internet, tudo é feito com o Linux!

Tive medo antes de abrir, pensei que a maioria das pessoas não seriam capazes de usar o Linux ou se sentiriam como peixe fora d’agua em meu estabelecimento, mas felizmente não foi assim! Meu primeiro cliente foi uma garotinha de aproximadamente 12 anos, ela pediu acesso e eu liberei o uso do computador, muito nervoso, acompanhava os passos da menina que ao olhar o desktop, foi direto no ícone do Firefox e acessou seu Orkut. Aquilo foi um alívio! Como se uma tonelada saísse de minhas costas! Logo foram chegando mais e mais pessoas e todas elas acessavam normalmente, abriam o aMsn e Kmess para usar o Messenger, conseguiam salvar suas fotos e postarem nos diversos sites de relacionamento, conseguiam ouvir suas músicas que estavam em seus pendrives.
Alguns perguntavam: “Que Windows é esse?” E eu respondia com muito orgulho: “Esse não é Windows, esse é o Mandriva Linux.” O bom era ouvir o comentário seguinte: “Nossa, é muito legal!”, “Como é bonito!” e o melhor de todos foi: “Você pode instalar no meu computador?”.
Alí eu via que para um pequeno número de pessoas, o linux era finalmente desmistificado.

Para um total sucesso, pesquisei muito sobre o que e como usar. Eu tinha apenas duas certezas: Usaria Linux e a distribuição seria Mandriva.
Pesquisando sobre equipamentos, decidir por usar o tradicional: Computadores com processador AMD Semprom 2.2Ghz, Placa MSI com GPU Nvidia 6100 e 1GB de memória RAM, essa configuração é acompanhada por um monitor LCD de 20 polegadas, o que chama muita atenção de quem frequenta, aliado ao belíssimo visual do KDE.
Uma questão trabalhosa que acbou virando uma grande alegria foi a escolha do software de gerenciamento para o Cyber, existem muitos softwares espalhados por aí, mas nada muito específico e com pouquíssima documentação, foi então que conheci o Antônio Cientista, desenvolvedor do OpenASB. Acho que se não fosse o Antônio, as coisas seriam muito mais difíceis para mim.
O OpenASB era desenvolvido apenas para Ubuntu, mas o Antônio, com o espírito de cooperação que tem, decidiu desenvolver uma nova versão totalmente compatível com o Mandriva Linux, entrou em contato comigo e começamos a conversar sobre essa nova versão, foram alguns dias de testes e reports, até surgir a versão 5.0 do OpenASB, que é, sem nenhuma dúvida, o melhor software de gerenciamento para cyber disponível para o Linux. Não tenho palavras suficientes para agradecer o meu amigo Antônio Cientista pelo apoio e pelas horas de sono que ele certamente perdeu para portar seu software de forma impecável ao Mandriva.

Hoje (04/09) a Click Informática completa apenas uma semana de vida, mas posso dizer que estou realizado ao ver as pessoas elogiando e adaptadas ao Linux, ao ver que já preferem usar as máquinas de meu Cyber do que usarem as máquinas da proximidade, que usam Windows.

Agradeço ao pessoal da comunidade Mandriva que mora no MandrivaBrasil.org pelo total apoio e ao pessoal do BDK que ajudou e empacotou o OpenASB, disponibilizando em seu repositório.

A Click Informática fica localizada na região do Entorno de Brasília-DF, em Céu Azul (Ver o mapa)

Obrigado a todos!

Diogo.

Anúncios
 

Tags: , , , , , , , , , ,